Coluna do Márcio por Márcio Staggemeier

Uma das maiores histórias de sucesso, escândalo e fraude da música

Talvez você nunca tenha ouvido falar. Se estiver perto dos 30 anos ou mais, pode ter uma vaga lembrança. Quem sabe já escutou uma música tocando num programa de flashback de rádio. Contudo, se eu disser que eles protagonizaram uma das maiores histórias de sucesso, escândalo e fraude do mundo da música e você não se recordar, com certeza irá querer saber mais a respeito.

Milli Vanilli com seu malfadado GrammyEstou falando do Milli Vanilli, um duo formado na Alemanha no final dos anos 80 pela dupla Fabrice Morvan e Rob Pilatus e que abalou as estruturas da música pop de então, pelo estrondoso sucesso obtido logo na estreia, após venderem 30 milhões de cópias do single “Girl You Know It’s True” e 11 milhões de seu primeiro álbum “All or Nothing”, de 1988, do qual emplacaram nada menos que 5 hits nas rádios de todo o mundo. Em 1990 ganharam o Grammy de Artista Revelação… no entanto, tiveram de devolver o desejado prêmio após vir à tona a verdade sobre a fraude portagonizada pela dupla e por seu produtor.

Eles simplesmente não cantavam de verdade, apenas dublavam, sendo meros personagens figurativos escolhidos a dedo, pela questão estética. Outros três cantores é que eram os verdadeiros intérpretes.

A verdade veio a público com requintes de escândalo dignos de um filme. Durante uma apresentação filmada pela MTV, em pleno auge, o playback travou, e ficou repetindo o mesmo trecho da música, bem como se fosse um Lp riscado pulando a faixa. A dupla, sem saber o que fazer, saiu imediatamente do palco, totalmente atordoada. Foi o estopim para a ruína do grupo e a consequente revelação da falcatrua.

Em 1991, após a vexatória descoberta, a gravadora lançou o álbum “The Real Milli Vanilli- The Moment Of Truth”, com os três verdadeiros cantores (nome ironicamente apropriado para a grvadora ainda tentar tirar algum lucro). Em 1992, os dançarinos Fabrice e Rob lançam “Rob & Fab”, tentando provar que podiam sim cantar de verdade, mas sem credibilidade alguma, o disco foi um enorme fracasso. Após tudo isso, Fabrice tentou seguir a carreira artística, como cantor e DJ, mas não obteve sucesso. Já Rob teve um destino mais trágico: após tentativas de suicídio, depressões e até prisão, morreu de overdose em 1998, aos 33 anos.

Recomendo a pesquisa no Youtube, lá você encontrará além dos hits que os alavancaram à fama, o vexame ao vivo que os conduziu ao rotundo fracasso.